Microlearning: o que é e como adotar essa técnica na sua empresa.

Microlearning: o que é e como adotar essa técnica na sua empresa.

Microlearning
 

Muito mais do que uma tendência, o microlearning vai beneficiar imensamente seus times e o seu negócio. Descubra tudo sobre este tema aqui!

 

Tempo de Leitura: 4 minutos

Você já ouviu falar em microlearning? Essa técnica de aprendizado virou tendência nos últimos anos, considerando a rotina acelerada e corrida que é realidade na vida da maior parte das pessoas, e é uma solução superinteressante para a educação corporativa.

Para atuar com excelência e se manter relevante no mercado, é essencial estar sempre adquirindo novos conhecimentos e se atualizando nas suas áreas de interesse e trabalho. Porém, essa missão exige dedicação e tempo, o que pode ser um desafio para muitos.

Vamos, então, entender como o microlearning se encaixa nessa história e pode ser uma alternativa para tal questão fora dos negócios, mas principalmente dentro deles? A seguir te explicamos tudo o que você precisa saber para implementar o microlearning e elevar o conhecimento do seu time!

Conheça a Casa do Desenvolvedor

Microlearning o que é?

Microlearning quer dizer microaprendizado, em uma tradução literal. Na prática, porém, essa técnica se refere a uma aprendizagem a partir de conteúdos curtos e modulares, permitindo que o estudo e aquisição de conhecimento seja mais rápida, eficaz e flexível.

Essa limitação da duração não significa, no entanto, que a qualidade ou profundidade dos conteúdos será igualmente reduzida. A ideia é realmente oferecer o melhor dos dois mundos, em uma relação de equilíbrio, custo-benefício, máximo aproveitamento em menos tempo.

Para isso, é preciso um excelente trabalho de síntese e otimização, para que a fragmentação seja feita de forma coerente, objetiva e interessante para quem está consumindo e aprendendo com o conteúdo.

A tendência do microlearning

Microlearning também tem uma conexão bastante direta com o advento da internet e do mobile, pois acompanha a tendência da Era da Informação em que há sempre algo para se saber e aprender, mas cada vez menos tempo e espaço para se dar conta de tudo.

Ao propor um aprendizado mais moderno e rápido, o microlearning usufrui da praticidade e onipresença do digital, e traz à cena novas possibilidades de formatos para o ensino, como vídeos, tutoriais, podcasts e até jogos. 

E esse método de aprendizado parece estar ganhando cada vez mais adeptos e admiradores dentro da economia e indústria 4.0, que não é regida por mero modismo, mas estabelecida a partir de necessidades sociais do mundo em que vivemos hoje. 

As novas gerações demonstram muito bem como aprender de forma contínua, tecnológica, dinâmica e rápida é uma realidade que veio para ficar e que funciona. E mais: que não existe um único caminho para o sucesso, a vida não tem fórmulas, assim como as carreiras, as formações e o conhecimento também não!

Microlearning dentro das empresas

Falando sobre o aprendizado no contexto dos negócios, não é novidade que a capacitação é uma das práticas essenciais para o desenvolvimento de colaboradores e, consequentemente, para o crescimento e evolução da empresa, não é mesmo?

Do mais básico ao mais específico ou avançado, buscar cursos e treinamentos de atualização é uma responsabilidade que empresa e colaborador compartilham, e o microlearning é uma solução indiscutível para permitir a manutenção dessa demanda sem prejudicar a produtividade e rotina do trabalho. 

Com essa técnica, o expediente e o aprendizado podem coexistir, sem sobrecarga, estresse ou limitações, e trazer benefícios para todas as partes e pessoas envolvidas na relação!

Quando o microlearning pode ser usado?

Não há contraindicações para se aplicar ou buscar o microlearning. Mas esse formato é especialmente interessante para pessoas que precisam lidar com a escassez de tempo, em áreas de atuação que sofrem atualizações constantes, técnicas inovadoras ou habilidades mais específicas, e negócios que priorizam o conhecimento e o capital humano. 

Soft skills e microlearning

O match entre o desenvolvimento de soft skills e a técnica de microlearning é superinteressante, pois, ainda que habilidades como comunicação, colaboração ou inteligência emocional sejam complexas de ensinar, assimilar e aplicar, a fragmentação e adoção de uma curva de aprendizado constante para elas pode funcionar muito bem, permitindo o exercício e internalização dos conceitos e práticas. Vale a pena investir!

Microlearning e mobile learning

Outra questão do microlearning que vale levantar é o mobile learning, pois ambos também estão conectados. A mobilidade está na essência do microlearning e tem tudo a ver com a flexibilidade e assincronicidade que esse tipo de aprendizado propõe e defende. Poder ampliar seus conhecimentos no ônibus, no café ou em qualquer hora ou lugar que você quiser é tudo de bom!

Vantagens do microlearning

Já deu para perceber que as vantagens do microlearning são muitas, né? Quando a gente une a tecnologia com boas motivações, o resultado é sempre incrível. Olha só:

Para empresas

Ao investir no microlearning, as empresas ganham agilidade e eficiência em capacitação, investem em seus colaboradores economizando tempo e recursos financeiros, aumentam o engajamento e foco de seus times, e, claro, potencializam os seus resultados.

Para colaborador

Por outro lado, os colaboradores ganham a oportunidade de aprender e se atualizar com mais autonomia, praticidade e flexibilidade, encaixando quantas “doses de conhecimento” quiserem e puderem nas duas rotinas, tudo de forma prazerosa, leve e eficiente.

E de uma forma geral, democratizar e diversificar o conhecimento é sempre válido e vantajoso para nossa individualidade e coletividade profissional e social.

Como implementar o microlearning?

Ficou interessado(a) em levar o microlearning para o seu negócio? Antes de qualquer coisa você precisa saber que essa técnica não envolve apenas criar ou buscar treinamentos curtos, é essencial que o projeto de microlearning esteja alinhado às demandas e cultura da organização e tenha qualidade e consistência nos temas e conteúdos que contempla.

Para isso, portanto, é necessário começar com um trabalho meticuloso de pesquisa e planejamento para delinear essa estratégia. E depois, partindo para os cursos e treinamentos em si, existe tanto a possibilidade de se produzir seus próprios conteúdos quanto de buscar formações externas e prontas ‒ e aqui, não faltam boas opções, viu? 

Quer começar com o pé direito? Então conheça os nossos cursos que estão disponíveis gratuitamente no fórum e são perfeitos para começar o seu projeto de microlearning:

São capacitações valiosas para qualquer desenvolvedor de software e que vão diferenciar seu time e o seu negócio no mercado tech. Está esperando o quê? Venha aprender e crescer com a gente!

Karina Harumi
Karina Harumi
Analista de Marketing e Inovação. Responsável pelo Fórum e pelo Blog da Casa do Desenvolvedor da TecnoSpeed, a comunidade de fortalecimento do desenvolvimento de software no Brasil e uma apaixonada pelo universo do UX/UI Design. Uma boa experiência é tudo. ♡

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.