Gestor de Software House, saiba a diferença de CIO, CPO, CTO e CDO!

Gestor de Software House, saiba a diferença de CIO, CPO, CTO e CDO!

Quais as terminologias usadas para um gestor de Software House? Entenda qual a função de cada um dos cargos.

Tempo de Leitura: 4 minutos

Quais as terminologias usadas para uma gestão de Software House? Você sabe qual a diferença entre CIO, CPO, CTO e CDO? Entenda neste conteúdo qual a função de cada um destes cargos.

Essas siglas tão pequenas podem gerar grandes dúvidas. Muitos gestores de tecnologia têm funções diferentes, mas não sabem disso ou não sabem como se integrar com os demais cargos. Por isso, é muito importante entender as atribuições de cada cargo e saber o que você pode fazer com as funções que lhe são concedidas.

As empresas de tecnologia precisam abranger diversos aspectos integrados aos diversos fatores existentes na empresa. Por existirem diferentes aspectos, tarefas e projetos que precisam ser trabalhados simultaneamente, existem também diferentes funções dentro da gestão na área de tecnologia.

Os gestores de tecnologia têm diferentes possibilidades de estratégias e de metodologias para fazer a gestão. Por haver frequentemente mais de um gestor na área, os profissionais podem ficar perdidos sobre suas responsabilidades. É preciso estar ciente sobre o que cada função faz para que, integradas, esses gestores possibilitem o melhor desempenho possível da empresa. Por isso, neste artigo você encontrará alguns detalhes que diferenciam esses cargos e entenderá porque eles são importantes. Confira!

O que é ser gestor de tecnologia

O gestor de Software House é o cargo de chefia responsável pelo cuidado de determinadas funções, garantindo o bom funcionamento da empresa de tecnologia a partir de determinadas premissas. Em geral, são voltados para o produto da área de tecnologia, garantindo seu bom funcionamento, integrando o departamento de tecnologia a outras áreas, fazendo a gestão de produto, etc.

Deve-se ter em mente que a área de tecnologia, por mudar muito rapidamente, pode exigir adaptações de cada um desses cargos de acordo com as mudanças que ocorrerem. Ainda assim, é possível entender as funções de cada gestor para ter um melhor desempenho. Veja quais são os principais tipos de gestores que são necessários na área da tecnologia.

Diferença entre as lideranças na tecnologia

Confira abaixo as principais diferenças entre os tipos de lideranças de um gestor de Software House e as responsabilidades de cada cargo. 

CIO

O Chefe de Gabinete, ou em inglês o Chief Information Officer, é aquele que trabalha para o aumento da eficiência dos processos internos pelos quais é responsável. É bem comum ter um CIO em empresas de estrutura tradicional. Os CIO têm um foco mais estratégico, unificando as estratégias atuando como estrategista, atuando como verdadeiros executivos da empresa. Ele comunica as necessidades da área de Tecnologia da Informação para os demais setores, conectando os interesses de negócio e de tecnologia. É uma área de gestão muito voltada para o setor financeiro e para estratégias de lucratividade.

CPO

Chief Product Officer (CPO) é o diretor que supervisiona diretamente os demais setores da empresa, garantindo que os projetos executados estejam alinhados à estratégia para garantir sua eficácia. Ele acompanha a produção, fazendo todas as decisões de produto.  A sua ideia central é focada na missão do produto, detalhando o percurso para as equipes atenderem às métricas indispensáveis para a qualidade do produto. É nessa etapa que a gestão de projetos é utilizada, com metodologias como as ágeis, scrum, etc.  

CTO

O Chief Technology Officer é um cargo de gestão bem similar ao do CIO. Ambos são cargos de tecnologia da informação, sendo a diferença dos CTO uma de suas funções, pois buscam a melhoria do produto final, sendo um cargo muito comum em empresas que já nasceram no meio digital, como startups, por exemplo. Geralmente, o CTO responde hierarquicamente ao CIO, pois atua como um engenheiro de tecnologia, enquanto o CIO atua de forma mais estratégica. O CTO também é o responsável por manter os relacionamentos da empresa da área de tecnologia com o ambiente externo, sobretudo com fornecedores.

CDO

O Chief Digital Officer é o profissional que busca levar a adaptação constante, seja para uma empresa tradicional, seja para uma empresa já digital que queira modernizar sua estrutura e atendimento e estar dentro das tendências e tecnologias do momento. É ele quem propulsiona a inovação na empresa e garante o alinhamento às melhores práticas de mercado, avaliando o retorno financeiro dos investimentos aplicados (ROI).

Hierarquia nas gestões

O nível hierárquico dos cargos de um gestor de Software House correspondem à alta diretoria da empresa. Os cargos de gestão relacionados neste artigo estão intrinsecamente ligados às demais grandes áreas da empresa, como ao marketing e ao diretor financeiro para a organização de questões gerenciais. 

As questões envolvendo melhorias no aplicativo, ou mesmo a construção do app, estão diretamente ligadas à gestão do CIO, CPO, CTO e CDO. Eles são chamados cargos de nível C, e têm relação com a alta diretoria.

Como levar para a minha Software House?

Levar esses cargos para a sua gestão de Software House é fundamental para o bom funcionamento e o sucesso da empresa. Por isso, é importante ter profissionais treinados, indo muito além da formação na área, mas também entendendo as peculiaridades de cada função e o que pode ser feito de diferente e melhor para se ter resultados muito além do esperado.

Por isso, a TecnoSpeed tem a solução certa para você. É uma solução completa, prática e de alto rendimento para entender as funções de cada um dos cargos do nível C e obter melhores resultados para a sua empresa. O Programa Software House de Sucesso é a solução ideal para deixar os gestores de tecnologia prontos para aprimorar sua Software House de forma prática e com atividades e planejamento em conjunto.

Conclusão

A caracterização dos cargos de um gestor de Software House envolve diversos aspectos. Por isso, existem diferentes cargos de gestão que abarcam pontos diferentes e super relevantes de sua Software House. São posições hierarquicamente altas na empresa que permitem aproveitar ao máximo o quadro e os insumos da área de tecnologia, integrando essa área às outras e buscando sempre impulsionar os resultados da empresa por meio da área de tecnologia.

Karina Harumi
Karina Harumi
Analista de Marketing e Inovação. Responsável pelo Fórum e pelo Blog da Casa do Desenvolvedor da TecnoSpeed, a comunidade de fortalecimento do desenvolvimento de software no Brasil e uma apaixonada pelo universo do UX/UI Design. Uma boa experiência é tudo. ♡

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.