Estratégia de crescimento da empresa, veja como identificá-la!

Estratégia de crescimento da empresa, veja como identificá-la!

Estratégia de crescimento da empresa
 

Como uma boa estratégia de crescimento da empresa pode gerar excelentes resultados, levando a um desenvolvimento empresarial seguro? Continue conosco neste artigo e descubra!

 

Tempo de Leitura: 4 minutos

Compreender como uma organização é composta por vários departamentos e como cada um deles se relaciona, faz parte de uma visão sistêmica que serve como base para favorecer uma estratégia de crescimento da empresa.

Alcançar o sucesso é o objetivo de qualquer negócio, o que é conquistado pelo crescimento empresarial e prosperidade financeira. Entretanto, essa jornada não pode ser desregrada ou baseada em achismo. É preciso saber aonde se quer chegar.

Por essa razão, a gestão estratégica é extremamente necessária para que o desenvolvimento de uma software house seja linear e contínuo, ou o crescimento desordenado poderá causar muitas dores de cabeça para os seus gestores.  

Este artigo foi inspirado na palestra da Beatrice Cardoso, gerente de estratégia, processos e projetos, da TecnoSpeed, no último TUP4CEO. Vejamos a seguir como uma boa estratégia de crescimento da empresa, pode dar realmente bons resultados, levando a um desenvolvimento empresarial seguro.

Conheça o TUP4DEV

O que é estratégia de crescimento da empresa?

A estratégia de crescimento da empresa é representada por meios e processos pelos quais a organização evolui seus negócios. 

Uma estratégia bem estruturada, auxilia gestores a visualizarem de forma sistêmica onde os recursos e esforços de uma empresa devem ser investidos. 

Estratégia de crescimento e a prevenção

Não é seguro crescer desordenadamente, é preciso ter cautela para evoluir as ações de uma empresa de forma planejada. Prevenir não significa estagnar um negócio, pelo contrário, simboliza uma estratégia para que o crescimento seja mais eficaz e com menos riscos. 

Para que a estratégia de crescimento da empresa ocorra da melhor forma, deve-se planejar, mensurar e avaliar, assim, teremos dados palpáveis que podem ajudar nas tomadas de decisão.

Como calcular o meu crescimento?

Fazer esta estimativa não é algo tão simples, porém, se torna mais fácil quando nos valemos de três elementos: indicadores, ferramentas e o benchmarking. Veja como cada um deles pode simplificar o cálculo do crescimento da software house. 

Indicadores

Quando se fala em melhorias é necessário pensar: como melhorar sem medir? Sem uma métrica é impossível mensurar o quanto um determinado item é bom ou ruim, sendo assim, indicadores são essenciais no momento de medir o crescimento da software house. 

Ferramentas 

Existem uma série de ferramentas para agilizar e facilitar os cálculos. Essas ferramentas são fundamentais para uma boa gestão estratégica dos negócios, pois automatizam e diminuem os esforços necessários para realizar processos.

Benchmarking 

Para saber se algo é melhor, temos que comparar. O benchmarking nos auxilia ao olhar para as outras empresas do mesmo ramo e traçar um paralelo com as nossas técnicas, produtos e serviços, visualizando assim, ajustes e pontos de melhorias em nossos negócios.

Utilizar os indicadores, as ferramentas e o benchmarking mais adequados para a sua empresa de software, vai te auxiliar a entender melhor como o seu negócio está como um todo, gerando conhecimento capaz de ajudá-lo a investir melhor e de forma planejada os recursos de uma empresa, para assim, alcançar o crescimento sustentável e contínuo.

Quais são os resultados esperados da estratégia de crescimento da empresa?

Um dos principais resultados que alcançamos trabalhando de forma estratégica no crescimento de uma software house é a previsibilidade para gestão de crises, por exemplo. 

Podemos também melhorar nossas ferramentas até o ponto em que elas realmente facilitem o planejamento e o crescimento estratégico, desenvolvendo uma empresa de forma segura. 

Como principais resultados destas estratégias podemos citar: 

  •  Alta taxa de assertividade dos orçamentos;
  • Melhoria de performance comercial e aumento do volume de vendas;
  • Melhoria de performance médio LTV/CAC;
  • Redução de custos.

Como uma empresa de pequeno porte, com poucos colaboradores, pode tentar implantar esta previsibilidade de forma mais adequada para o seu negócio?

Controlar o volume de vendas, entender aquilo que é recorrente e diferenciar de uma situação eventual, já ajuda na previsibilidade da receita. Este é um fator muito simples, porém, que já tem um potencial para prever receitas. Entender os custos de aquisição vão ajudar e muito a organizar e perceber o quanto meu produto custa para ser entregue para o meu cliente. Estes simples indicadores podem ser muito valiosos para as tomadas de decisão.

Em uma empresa de software que trabalha com revendas, qual seria a melhor forma de calcular o LTV?

Primeiramente, é preciso segmentar as informações, separando os clientes que são trazidos pelas revendas e aqueles que são adquiridos pelo comercial interno. É importante acompanhar os dois, pois, provavelmente o perfil do cliente trazido pela revenda é diferente do cliente captado internamente. Neste caso é importante entender exatamente qual é o dado que você quer analisar, para aplicar as métricas corretas.

Onde você está nesse processo?

Aumentar os ganhos e alcançar mais clientes é o objetivo de qualquer software house, e em que ponto você está no planejamento para que seu negócio cresça de forma ordenada?

Já explicamos que a estratégia de crescimento da empresa é o primeiro passo para uma gestão estratégica mais assertiva. Para que a evolução de uma organização aconteça é necessária uma visão do negócio como um todo.

Quer conhecer mais sobre estratégias próprias para o crescimento da sua empresa de tecnologia? Se inscreva agora mesmo no TUP4CEO 22, lá você vai ficar por dentro das últimas tendências do mercado e também poderá trocar ideias com outros profissionais e empresários do ramo.

O crescimento não se trata apenas em absorver novos clientes, mas saber se a minha empresa de tecnologia poderá atendê-lo de forma plena e satisfatória.

O produto vai solucionar a dor do cliente? O suporte tem pessoas o suficiente para absorver mais esta demanda? A logística atual comporta este novo cliente? Estes são questionamentos válidos em um momento de crescimento. 

E não importa o tamanho do seu negócio, a estratégia de crescimento é o princípio básico para um desenvolvimento ordenado e contínuo de um negócio. Ela também propicia um entendimento de uma software house com uma visão global, demonstrando pontos de atenção e melhorias.  

Gabriela Grillo
Gabriela Grillo
Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Assistente de Marketing da TecnoSpeed.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.