Captação de Leads: de maneira orgânica para aumentar as vendas.

Captação de Leads: como conquistar de maneira orgânica no digital e aumentar as vendas do seu software.

 

Seja você um desenvolvedor independente ou se faz parte de software house, esse conteúdo irá te ajudar a enxergar as possibilidades para captar leads de maneira orgânica no universo digital, contribuindo para as vendas do seu software.

 

Tempo de Leitura: 8 minutos

A imensidão da internet é o ponto focal da distribuição de conhecimento, experiências, entretenimento e interações sociais. Ao mesmo tempo, é também o canal que atua como facilitador de divulgação e vendas de qualquer tipo de negócio.

No digital, é possível produzir inúmeros tipos de conteúdos em diversos formatos: vídeos,  textos, tutoriais, guias, cursos, imagens, infográficos e muito mais. Quaisquer que sejam os formatos utilizados para divulgar um produto ou serviço, com eles é possível despertar o interesse de futuros clientes também da sua tecnologia, basta escolher os canais desejados para se trabalhar e fazer um bom uso de cada um deles, a favor do seu produto.

Mas, antes, vamos entender o que é a captação de leads e o que significa captar leads de maneira orgânica no digital.

Conheça a Casa do Desenvolvedor

O que é captação de leads?

A captação de leads é um processo que une diversos esforços e ações com o único objetivo de atrair a atenção de um público de interesse. Quando pensamos em quais são os melhores perfis de público que pode se sentir atraído por tudo o que a sua tecnologia proporciona, chamamos de personas ideais.

Esse público interessado pode ser composto por diversas personas distintas, mas que compartilham do interesse pelo que o seu produto ou tecnologia soluciona. E, quando este público navega naturalmente na internet em busca de uma solução semelhante a que você oferece, é um perfil que deve ser estudado e encantado por todas as suas ações no digital. 

Estes perfis de usuários vantajosos navegando na internet, a partir do momento em que realizam um primeiro contato com você ou com sua equipe desejando saber mais sobre sua solução, ele se torna um lead, um possível futuro cliente.

A partir deste ponto, é o seu jogo de cintura e da sua equipe comercial para realizar ações comerciais de venda e negociação, até que este feche um bom contrato com o seu software. Como a intenção é que o seu sistema possa estar presente sendo utilizado nos mais variados negócios e empresas, é importante trabalhar a captação e atração destes leads, a famigerada Captação de Leads.

E o que é captação orgânica de leads?

Vamos lá. No mundo comercial e do marketing a captação de leads pode ter diferentes fluxos até chegar em você ou na sua equipe de atendimento. Existe a captação offline, ou seja, fora do universo digital, onde são aplicadas ações de vendas PAP (porta a porta), por indicação de terceiros, negociações presenciais e divulgações como flyers impressos, em jornais, em revistas, em encontros de tecnologia para negócios, onde todos ocorrem fora da internet.

E existe a captação de maneira online, onde todos os canais e recursos da internet ficam à disposição dos comércios para atraírem pelos materiais disponibilizados online. Aqui, temos a captação por anúncios, onde existe um investimento financeiro por meio das plataformas e gerenciadores de anúncios online, o que chamamos também de mídias pagas, como o google ads e facebook ads, por exemplo. Nesta forma de captação, é preciso trabalhar as possibilidades monetárias para angariar estes leads, e atraí-los com uma segmentação de públicos desejados.

E, por fim, existe a captação orgânica de leads, que utiliza dos conteúdos disponibilizados gratuitamente em seus canais digitais (redes sociais, blogs, site, canais de vídeo, etc) que irão despertar o interesse do usuário enquanto este navega na internet, nestes canais, em busca destes conteúdos.

Nesta forma de captação orgânica, existe a possibilidade de investimento financeiro quando há o interesse em criar canais mais robustos como blogs otimizados, ferramentas de blog (como o Wordpress, por exemplo), contratação de redatores de textos estratégicos e otimizados, equipes de produção de conteúdos para redes sociais e muitas outras possibilidades. Entretanto, é possível a captação de maneira orgânica utilizando as próprias redes sociais que não demandam custos de usabilidade para começar.

De maneira mais sucinta, a captação de leads de maneira orgânica diz respeito a atrair leads por meio de conteúdos e recursos-chave disponibilizados nos seus canais na internet que tragam um ponto de contato direto para a sua equipe de atendimento. Veremos a seguir quais podem ser estes pontos de contato que farão os perfis interessados na sua solução chegar naturalmente navegando na internet até a equipe de vendas do seu software.

Produção de conteúdos

Esta é uma maneira extremamente utilizada pelos negócios para a atração de clientes. A produção de conteúdo traz inúmeras possibilidades de educar os visitantes das suas redes e entretê-los a ponto de despertar o interesse de compra e aquisição da sua tecnologia.

Com essa estratégia, você pode construir materiais instrutivos, divertidos, robustos ou de puro entretenimento que sejam pertinentes ao que a sua solução fornece, bem como conteúdos e auxílio ao empreendedor na gestão do negócio dele. Estes conteúdos irão atrair esse público até começarem a consumir frequentemente e ter o seu canal digital como referência em soluções para gestão de negócios.

Mas, e para converter este visitante em lead? Pois bem, por meio destes mesmos conteúdos ou de conteúdos que falem especificamente sobre as benfeitorias da sua tecnologia, é possível eu trazer um ponto de contato que irão levá-los até a sua equipe de atendimento. Entenda melhor a seguir.

Landing Page

Landing pages, ou chamadas páginas de captura, são páginas criadas dentro de um site ou de maneira unitária, que possuem o único objetivo de apresentar um produto, uma oferta, um material, algo atrativo que o usuário na internet irá se cadastrar e partir para um próximo passo. 

Possuem padrões estéticos bonitos, agradáveis e atrativos, com informações concisas e com pouco ou nenhum outro ponto de saída. Possuem também como característica, principalmente, um formulário que capta dados daquele que se cadastrar, como nome, nome da empresa, e-mail e telefone, por exemplo.

Quando a landing page oferece um e-book, por exemplo, este próximo após se cadastrar no formulário é ir para uma próxima página que afirma o recebimento do e-book, seja o download instantâneo ou comunicado que o e-book estará disponível para baixar no e-mail que o usuário cadastrou.

E quando essa landing page possui informações sobre o seu software, seus módulos, suas funcionalidades e benefícios que trarão para o negócio, este formulário deve ser estruturado de forma a levar este lead convertido para a sua equipe comercial, seja caindo em um CRM (Customer Relationship Management, um canal que faz a gestão dos leads que entram para contato com sua equipe), ou até mesmo um contato direto, via WhatsApp de quem irá atender.

Essas páginas virtuais serão vinculadas à sua empresa de sistemas, mas não necessariamente interligadas ao seu site, podendo, inclusive, apresentar um layout completamente diferente do que você utiliza nas suas divulgações institucionais. 

A landing page, quando feita para captar leads precisa ter um mix objetivo de textos, imagens, vídeos ou todo material necessário para convencer o interessado a se converter, porém, claro, sem exageros. É preciso comprimir as informações para que a leitura e consumo desta landing page seja agradável, ágil, com clareza e objetividade, além de gerar curiosidade e desejo do visitante da página querer conversar com alguém da sua empresa para saber mais sobre sua solução.

A landing page pronta para converter, pode ser disponibilizada na biografia do Instagram que divulga a sua empresa e o seu software, na descrição do Facebook da sua software house, em pontos-chave estratégicos nos artigos dentro do seu blog, na descrição dos vídeos do YouTube e em diversos outros canais e conteúdos disponibilizados, sempre pensando em conduzir o visitante da página pelo interesse na sua tecnologia.

Por meio destes conteúdos, o interessado pode descobrir naturalmente essa página de conversão, enquanto navega pelos seus canais e consome seus conteúdos. Percebe que a captação orgânica utilizando landing pages como ponto de conversão faz parte da captação orgânica de leads dentro dos seus canais digitais?

A mágica da captação orgânica acontece quando é o futuro cliente que procura ser atendido, e não sua equipe que busca encontrar o cliente.

Chatbots

Os Chatbots são ferramentas inteligentes que facilitam o primeiro contato com os visitantes dos seus canais orgânicos no digital. São robôs de comunicação, possíveis de serem programados e estilizados de acordo com o diálogo que você considerar ideal para um primeiro contato, antes de chegar até a sua equipe comercial.

Uma boa prática é incluir chatbots nos canais de conversação, como no direct do Instagram e nas mensagens via Facebook. Essa ferramenta poderá ser um ponto de contato imediato, sem que você ou sua equipe precisem ficar a postos conferindo se há mensagens de interessados na solução a todo o tempo. O chatbot responde o interessado de maneira imediata, ganhando tempo da sua equipe responder este contato, espanta contatos falsos ou inválidos de perfis duvidosos, poupando o tempo do seu atendimento e suprindo rapidamente parte da necessidade que o lead demonstrou na hora do contato.

O chatbot é uma possibilidade que pode também ser aplicada dentro do seu site e também em algum ponto estratégico do seu blog, por exemplo, agindo como mais um ponto de conversão e contato direto de captação de leads que chegam organicamente até seus canais.

É importante que neste chatbot esteja também disponível, em algum momento da conversação, a landing page de contato. Dessa maneira, a coleta de leads não se perde, e permanece um controle em lista destes leads captados pelo chatbot.

Pop-ups

Outra ferramenta muito legal, mas que deve ser utilizada com bastante cautela, são as pop-ups.

Pop-up é uma página que sobrepõe uma outra página, de maneira repentina, em formato de janela ou quadro. Esse efeito de sobrepôr rapidamente a página que o usuário está consumindo o conteúdo chama atenção e pode ser um bom canal de captação de leads de maneira orgânica.

Elas devem possuir pouca informação, cores destoantes da página que ela for inserida e o redirecionamento para a sua landing page de conversão. Sendo uma ferramenta-surpresa para impactar o usuário, é preciso utilizar das pop-ups com muita cautela, de maneira única e jamais aplicar em todas as páginas do seu site, por exemplo. 

É importante colocá-las ativadas por tempo, aguardando o período de 1 a 2 minutos de navegação para que ela apareça para o usuário, evitando o mal-estar de abrir um link para consumir conteúdo e já encontrar uma pop-up sobreposta, sem nem ao menos ter começado a consumir.

Outra prática muito importante com relação às pop-ups é programar a frequência com que ela aparece e desaparece para o usuário. Um exemplo: é mais agradável entregar o poder de decisão da exclusão da pop-up com um ”x” e, após o usuário clicar para fechar, ela não apareça mais, mesmo que ele dê um refresh na página no mesmo instante. Outra opção é por clique, se o usuário clicar e navegar na landing page, você pode programar para que essa pop-up não apareça mais para o usuário ao revisitar a página naquele mesmo dia.

Converter no orgânico pode aumentar suas vendas

Conseguiu visualizar como é importante para seu negócio captar leads de maneira orgânica? 

Por meio de conteúdos que sejam relevantes, de qualidade e que ofereçam informações de valor ao redor da sua tecnologia, somados às ferramentas que fazem a mágica da captação acontecer, as chances de trazer muito mais interessados no seu software e soluções são muito maiores.

Mais do que despertar o interesse e chamar a atenção dos visitantes que entram nas suas redes, site ou blog, é importante que eles sejam estimulados por meio da landing page a deixar os seus dados de contato, entrando para a base de leads no funil de vendas da sua marca. 

Posteriormente, você e sua equipe podem realizar ações específicas e segmentadas para estes leads, ou grupos de leads, entregando mais conteúdos que “esquente” cada lead até chegar ao momento de decisão de aquisição do seu sistema, confiando na sua marca, equipe e soluções oferecidas.

Quer mais conteúdos robustos como este para ajudá-lo no marketing e venda do seu software? É só continuar aqui, na Casa do Desenvolvedor.

😉 Siga o nosso Instagram e participe, clicando abaixo, do nosso fórum, onde existem mais de 9 mil desenvolvedores, como você.

Até a próxima!

Laís Luz
Laís Luz
Graduada em Ciência da Informação e apaixonada por tecnologia. Assistente de Marketing da TecnoSpeed.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.