Futuro do trabalho: tendências, skills e áreas para você ficar de olho

Futuro do trabalho: principais tendências e como aplicá-las na sua software house.

Futuro do Trabalho

Descubra o que esperar sobre o futuro do trabalho, as mudanças trazidas pela pandemia, as tendências para os próximos anos e como se preparar para elas!

Tempo de Leitura: 5 minutos

Trabalhar é uma das atividades mais comuns da vida, que ocupa boa parte das nossas horas e dias, então, nada mais natural e necessário do que pensarmos sobre o futuro do trabalho e em como se adaptar e estabelecer uma relação sempre saudável com essa área.

Com o passar dos anos, os meios de produção evoluem, as dinâmicas profissionais se alteram, novas carreiras e demandas surgem, e todo o sistema que gira em torno dessa relação muda também. 

E essas mudanças inevitáveis e progressivas só foram aceleradas e intensificadas com o cenário pandêmico. Vamos conversar mais sobre as influências desse contexto, as alterações estabelecidas e as tendências envolvendo o trabalho nos próximos anos? 

Conheça a Casa do Desenvolvedor

Futuro do trabalho, como será?

Vivemos a Indústria 4.0 e a Era da Informação, o que por si só já nos indica para onde estamos indo em termos de trabalho e nossa relação com ele. A tecnologia passou a ser parte integrante desse contexto e muitas mudanças e tendências surgiram a partir disso.

Vimos a ascensão dos trabalhadores do conhecimento, em que a força física e as habilidades técnicas/operacionais perderam destaque, e veremos as competências criativas, analíticas e relacionais sendo cada vez mais valorizadas.

O espaço físico do trabalho também foi digitalizado e a tendência é que modelos híbridos, home office e remotos sejam comuns, utilizando toda a praticidade e versatilidade da tecnologia para manter a qualidade nas dinâmicas.

Nesse mesmo sentido, a tecnologia se manterá presente e forte, com a inteligência artificial evoluindo e trazendo mais automação, otimização e novas demandas e empregos.

O futuro do trabalho tende a ser cada vez mais descentralizado, horizontal, flexível, mobile, tecnológico e, ao mesmo tempo, humano, pois as expectativas já não se resumem em um bom salário e estabilidade. As pessoas buscam também por bem-estar e propósito.

Quais serão as principais habilidades exigidas?

Já deu para ter alguns spoilers desse novo perfil profissional que tem surgido e só vai ganhar mais força nos próximos anos só com esse contexto aqui de cima, né? 

No entanto, quais são as habilidades específicas que serão valorizadas e que vale a pena você investir? Bom, são aquelas que requerem um toque mais humano – já que a tecnologia tem assumido as demandas mais operacionais e repetitivas – tais como:

  • Criatividade;
  • Inteligência emocional;
  • Colaboração;
  • Comunicação;
  • Adaptabilidade;
  • Proatividade;
  • Pensamento crítico e analítico;
  • Visão sistêmica;
  • Negociação.

Essas habilidades são mais subjetivas ou relacionais e fazem parte daquilo que chamamos soft skills. Elas normalmente se aplicam a qualquer área de atuação e trazem ganhos significativos em diversos sentidos quando pensamos nesse futuro do trabalho.

Áreas mais superaquecidas

Assim como as habilidades mais buscadas pelos recrutadores estão mudando, as áreas onde as maiores oportunidades se encontram também têm se mostrado diferentes das de décadas anteriores. 

É claro que esses novos caminhos têm conexão com a tecnologia e a informação, pois estes são elementos centrais na realidade atual e no futuro do trabalho. Vamos conhecer as áreas mais superaquecidas hoje e nos próximos anos?

Ciência de dados

Na Era da Informação, não há nada mais valioso do que saber coletar e lidar com dados, transformando-os em conhecimento e oportunidades. Com a digitalização de serviços, processos e muitas rotinas diárias, tudo foi convertido em informação.

Nós temos muito mais dados sendo gerados todos dias, uma velocidade de troca de informação e mudança de cenários nunca vista antes, sem contar com a variedade gigantesca de formatos e fontes (textos, códigos, fotos, vídeos, áudios, sinais, buscas, etc). 

Para dar conta de tudo isso, cada vez mais profissionais de ciência da dados estão sendo demandados dentro de organizações e negócios dos mais diversos portes e setores, e com diferentes finalidades, aquecendo de forma realmente impressionante esta área de atuação. 

Marketing

Alcançar os consumidores, atender aos seus desejos e exigências mais recentes e criar valor a partir da sua marca e produtos é uma missão ainda mais desafiadora e essencial hoje em dia. E os profissionais com essa especialidade e atuação vão ter muitas oportunidades com o aumento das buscas por estes serviços.

Educação Digital

A área educacional também ganha força com as novas possibilidades trazidas pelo digital e essa valorização da informação. A educação à distância acompanha as tendências de mobilidade, autogestão e uso da tecnologia como aliada para tirarmos projetos do papel. 

Seja no ensino formal ou livre, a educação digital é uma área que não vai recuar e ainda gerará muitos empregos.

Mobile

Por fim, não poderíamos deixar de citar o mobile como um segmento de interesse e destaque, pois os smartphones estão sempre à mão, os hábitos de consumo, entretenimento e comunicação migraram para os dispositivos móveis e o desenvolvimento de aplicativos tem mil e um motivos para continuar em alta por bastante tampo, viu?

E também vale citar os negócios com foco ambiental, como empresas de energia renovável, gestão de resíduos e outras soluções sustentáveis como uma tendência e, sem dúvidas, uma área que precisa continuar crescendo e evoluindo.

Futuro do trabalho com o olhar da gestão

A gestão do futuro também evoluiu e vai continuar evoluindo. Cada vez mais ferramentas tecnológicas serão utilizadas para otimizar processos e tornar o gerenciamento de projetos, pessoas e estratégias cada vez mais preciso, integrado, rápido e prático.

Sem contar com a tendência à autogestão que vai estar cada vez mais presente entre os colaboradores e modelos de negócio, trazendo mais colaboração, horizontalidade e autonomia para todos os níveis relacionais e administrativos do trabalho.

Recrutamento, retenção e requalificação

Quando falamos em recrutamento no futuro do trabalho, de novo vemos a tecnologia entrar em cena como facilitadora. Porém, além das mudanças logísticas nesse processo, também houve uma alteração no modo de encarar as contratações e o capital humano.

Trabalhadores e organizações estão cada vez mais focados nas habilidades do que nas funções em si, valorizando muito mais as condições subjetivas e adotando estratégias de retenção e requalificação com criatividade e empatia em vez de substituições em série – como fazemos com máquinas e dispositivos.

Saúde, bem-estar e inclusão

Nessa mesma linha, nós temos uma preocupação maior com a manutenção da saúde e bem-estar no trabalho sendo estabelecida; iniciativas de apoio, conscientização e até assistência direta relacionadas a isso têm se tornado cada vez mais comuns.

As pessoas em foco é uma das bases mais importantes do futuro do trabalho, afinal, sem elas não é possível executar nada nem atingir nenhum nível de sucesso. 

E além de valorizar o capital humano, é essencial ter soluções para manter uma relação saudável mesmo com a intermediação da tecnologia e a distância física, assim como prezar pela inclusão e diversidade.

Mas e o home office?

Se tem uma mudança que foi acelerada pela pandemia, essa mudança foi a da mobilidade no trabalho. Por conta do isolamento social, o home office invadiu as empresas e um processo de adaptação precisou acontecer mesmo naqueles ambientes em que não se havia considerado essa possibilidade.

Neste momento, estamos vivendo uma fase de retorno do trabalho presencial, mas, ao mesmo tempo, a experiência do home office deixou as suas marcas e é possível observar a manutenção de modelos de trabalho remoto em diversas organizações.

O escritório do futuro

E como é o escritório do futuro, então? Bom, ao que tudo indica, ele é híbrido, flexível, mobile e muito mais sobre eficiência do que presença!

Tudo para coordenar com todas as tendências e mudanças que discutimos ao longo do texto e criar um ambiente de trabalho mais saudável, produtivo, descomplicado e adaptável às necessidades de cada pessoa e negócio.

Fique por dentro do futuro!

Curtiu pensar e aprender sobre o futuro do trabalho? Esse tipo de informação e exercício são essenciais para planejar os próximos passos da sua carreira.

Não deixe de acompanhar o blog da Casa do Desenvolvedor ok? 
Confira agora no nosso site, como encontrar o emprego ideal ou divulgar sua oportunidade de trabalho! Clique no botão abaixo:

Casa do Desenvolvedor
Casa do Desenvolvedor
Somos a Casa do Desenvolvedor, uma comunidade que tem como propósito, fortalecer o desenvolvimento de software no Brasil. Faça parte você também dessa comunidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.