Marketing de Influência para empresas de tecnologia. Saiba tudo sobre!

Marketing de Influência para empresas de tecnologia. Saiba tudo sobre!

Marketing de Influência

Entenda o que é Marketing de Influência, como funciona, suas vantagens, as tendências e como empresas de tecnologia podem usufruir dessa estratégia!

Tempo de Leitura: 4 minutos

Você já ouviu falar em Marketing de Influência? Principalmente durante os últimos dois anos - onde ficou claro que boa parte dos métodos de marketing convencionais eram incompatíveis com os efeitos da pandemia - esse mercado vem se destacando e crescendo significativamente. Isso porque, durante esse período, os influenciadores digitais foram a resposta para criar um senso de comunidade, inspirar as pessoas em casa e ajudar empresas a se comunicarem com públicos cada vez mais digitais e nichados.

Alguns dados comprovam tamanha relevância do Marketing de Influência. Vamos a eles: segundo pesquisa do Business Insider, a previsão é de que, até o final deste ano de 2022, o setor valha aproximadamente R$ 79 bilhões. Outra pesquisa realizada pela Global Consumer Survey revela que a porcentagem dos brasileiros impactados pelo Marketing de Influência em 2019 era de 36% contra 40% dos chineses. Já em 2021, esse número no Brasil já superou os 40% e, portanto, o país é hoje o maior mercado nessa área.

Para entender melhor o que é Marketing de Influência, como funciona, suas vantagens, as tendências e como empresas de tecnologia podem usufruir dessa estratégia, continue acompanhando esse post!

Workshop - Marketing e Vendas 2022

O que é Marketing de Influência?

Na prática, o Marketing de Influência funciona com ações de marketing executadas por pessoas influentes na internet. Intitulados influenciadores ou influencers, são pessoas reconhecidas, muitas vezes passando dos milhões de seguidores, que têm um público fiel e fala diretamente com o consumidor, levando em consideração seus interesses, seus hobbies e sua linguagem. 

De maneira simplificada, o Marketing de Influência se baseia em confiança e engajamento. Se você confia na opinião e na experiência de alguém, você é influenciado por ela. Sendo assim, esses influenciadores conseguem atingir diretamente o consumidor, de forma a engajar e induzir o mesmo a tomar decisões de compra.

Marketing de Influência: 4 tendências para 2022

1. Exigência maior com as métricas

Ainda para este ano, a previsão é de que se exija mais dos resultados individuais de influenciadores contratados. É esperado que métricas, como o alcance potencial se tornem obsoletas e o requisito fundamental seja referente ao engajamento ou o alcance verdadeiro.

2. Investimento em influencers com menos seguidores

Os perfis de micro influenciadores vão se tornar cada vez mais o foco das marcas. Isso se deve especialmente à criatividade na criação de conteúdo que reflete experiências autênticas e reais. Além disso, fatores como o nicho, o público que eles influenciam e os baixos custos de ativação também são levados em conta.

3. Regularização da profissão de influenciador

Uma das previsões mais importantes para 2022 é a profissionalização do setor. Hoje, no Reino Unido, já existe a Advertising Standards Authority (ASA) - organização autorregulatória da indústria de publicidade - no entanto, a América Latina ainda tem um processo muito extenso quanto a regularização de influenciadores.

4. Uso da live streaming e-commerce

A quarta tendência do Marketing de Influência para 2022 é o recurso de live streaming e-commerce. Já integrado em redes sociais, como TikTok e Instagram, esse meio permite que as marcas adicionem links de compras em vídeos ao vivo. Assim, o público pode comprar sem sair do aplicativo.

Como as empresas de TI podem apostar no Marketing de Influência?

Seja uma grande marca ou uma loja de bairro, uma empresa da área da saúde ou da tecnologia… lá estão os influenciadores digitais trabalhando pelos "views", "likes" e, claro, a conversão do cliente. Já existem influenciadores de todos os nichos que você possa imaginar, então independente de qual seja o ramo do seu negócio, há espaço para investir no Marketing de Influência. Mas, afinal, como as empresas de TI especificamente podem usufruir desse mercado? 

O primeiro passo é muito simples: faça um estudo dos influenciadores da área tech, analisando seu conteúdo, seu público e como eles se relacionam. Assim, torna-se mais fácil entender quais perfis têm maior conexão com sua empresa. 

Depois dessa análise e da escolha feita, é preciso estruturar um planejamento seguindo o principal objetivo da sua ação com influenciador. A partir disso, consegue-se estabelecer:

  • o número de influenciadores para ação;
  • o tempo de duração;
  • o relacionamento do influenciador com a audiência;
  • quais interações vão ocorrer entre os perfis;
  • qual será a estrutura dos conteúdos;
  • qual(is) mídia(s) serão utilizadas.

Por exemplo: imagine que o intuito seja aumentar as vendas da sua empresa e quer usar o poder dos influenciadores digitais para isso. Sendo assim, é possível criar links personalizados que direcionem o seguidor diretamente para o seu site ou, então, oferecer descontos especiais com o nome do influenciador. Já no caso de uma ação institucional, vale apostar em uma estratégia de interação entre os influenciadores, como um desafio ou uma gincana. 

Para finalizar, é imprescindível analisar as métricas obtidas em sua ação. Dentro das mídias sociais, os principais resultados que temos são: alcance dos posts, impressões dos conteúdos gerados, curtidas da audiência, comentários do público-alvo, posts salvos pelas pessoas e compartilhamentos para outros perfis. No entanto, vale ressaltar que um bom relatório vai muito além de números, é preciso levar em consideração a experiência gerada!

Como transformar Marketing de Influência em vendas?

Agora que você já entendeu do que se trata o Marketing de Influência, suas tendências e como as empresas de TI podem utilizar essa estratégia, vamos à pergunta  que não quer calar: como utilizar o Marketing de Influência da maneira certa para aumentar suas vendas?

Um estudo realizado pela Spark em parceria com o Instituto QualiBest, noticiado pelo UOL, apontou que 76% dos consumidores já compraram algum produto ou serviço devido a alguma recomendação feita por influenciador digital. Se sua empresa reconhece esse estudo e entende a importância de investir no Marketing de Influência, é preciso ter em mente que a venda é a consequência de uma ação de marketing muito estruturada. 

Os seus reais objetivos devem estar 100% alinhados com a contratação do influencer. O profissional tem que saber que existem metas por trás do seu contrato e o que você realmente espera dele para que, assim, consiga mostrar que a marca realmente está presente em seu dia a dia. Além disso, é indispensável que exista uma conexão real e genuína, senão sua empresa passará despercebida. 

Quer saber mais sobre o Marketing de Influência para turbinar as vendas da sua empresa? Participe do nosso evento online que vai acontecer no dia 30 de março. Desenvolvemos um Workshop, onde iremos garantir uma imersão completa para você aprender na prática a transformar o Marketing de Influência em vendas. Não perca!

Gabriela Grillo
Gabriela Grillo
Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Assistente de Marketing da TecnoSpeed.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.