Retenção de Talentos: Entenda sua importância e estratégias.

Retenção de Talentos: Entenda sua importância e estratégias.

Retenção de Talentos

Para uma empresa ter sucesso, os empregadores precisam manter seus melhores colaboradores a bordo. Este é o objetivo da retenção de talentos, mas, você sabe o que isso significa realmente?

Tempo de Leitura: 9 minutos

O trabalho remoto tornou a competição por talentos de tecnologia mais acirrada do que nunca, o que torna a retenção de talentos uma prioridade do CIO.

Mas atenção, recrutar os melhores talentos e a retenção de talentos não é mais uma ameaça apenas para setores como o de TI – é algo que estamos vendo em todos os setores. 

A retenção de talentos é um dos principais desafios do RH atualmente. Manter os colaboradores engajados e motivados exige planejamento estratégico com ações pontuais que vão muito além de um bom conjunto de benefícios. 

Como sua equipe de gestão de pessoas está retendo os melhores talentos em sua organização? 

Neste artigo explicaremos o conceito da retenção de talentos e qual a importância para resultados da empresa. Continue a leitura!

Conheça a Casa do Desenvolvedor

Antes de tudo, falaremos sobre rotatividade de colaboradores. 

É importante antes de tudo falar da rotatividade de colaboradores – a perda de talento organizacional durante um período – é um problema significativo para a maioria das organizações. Um exemplo foi nos Estados Unidos, onde, segundo pesquisa do Bureau of Labor Statistics mostrou que 4,5 milhões de pessoas optaram por deixar seus empregos em novembro de 2021.

Se essa tendência continuar, mais de um em cada três colaboradores deixará seus cargos voluntariamente até 2023.

E no Brasil? Segundo o artigo do portal RHpraVocê, uma pesquisa realizada em novembro de 2021 pela recrutadora Robert Half traz números que ajudam a compreender a relação do brasileiro com o trabalho. O levantamento, feito com 1.161 profissionais, revela que 49% visam novas oportunidades em 2022. 

Assim, mesmo que o Brasil não enfrente, segundo os especialistas ouvidos na matéria acima, o risco de termos também uma Great Resignation, é de extrema importância as empresas se atentem a alguns pontos de sua cultura organizacional, especialmente para não acontecer um efeito manada – uma demissão levar a outras. 

Na última década, o Brasil foi o líder em pesquisas de rotatividade, chegando a apresentar índices de turnover mais de 2x maior do que a média mundial.

Assim, a retenção de talentos é definida como a capacidade de uma organização de evitar a rotatividade de colaboradores, ou o número de pessoas que deixam o emprego em um determinado período, voluntária ou involuntariamente. Aumentar a retenção de talentos tem um impacto direto no desempenho e sucesso dos negócios.

Retenção de Talentos: O que é?

Já conseguimos perceber que é necessário manter os melhores colaboradores por perto para se ter sucesso na empresa, certo? Esse é o principal objetivo da retenção de talentos. Ela se refere às estratégias de a empresa desenvolve para evitar os riscos de rotatividade dos colaboradores e os processos que se implementa para reter os melhores.

E como já podemos ver acima, é um dos grandes desafios do setor de gestão de pessoas atualmente. 

Por que é importante?

Os custos para substituir os colaboradores que decidem voluntariamente deixar seus empregos podem ser bem altos! Segundo a PeopleKeep, substituir um colaborador pode custar aproximadamente 6 a 9 meses de salário com base no cargo.

Os principais custos são: 

  • Despesas com as rescisões de cada colaborador desligado da empresa;
  • Custos em recrutamento de novos recrutamentos, além do processo de seleção;
  • Investimento em treinamentos e na integração dos recém-contratados;
  • Produtividade prejudicada, devido ao processo de integração, que se traduz em resultados menos promissores durante um período.

A alta rotatividade, algumas das quais que poderiam ser evitadas com a intervenção prévia da gerência, também prejudica a receita, a produtividade, a experiência dos colaboradores e a retenção de conhecimento.

As principais observações sobre Retenção de Talentos. 

Agora sabendo mais sobre rotatividade e retenção de talentos, algumas observações precisam ser consideradas:

  • A retenção de talentos é uma alta prioridade para as principais organizações de RH hoje.
  • As estratégias de retenção de talentos mais eficazes reduzem a rotatividade geral e mantêm os colaboradores de alto desempenho a bordo.
  • Uma estratégia de retenção de talentos cuidadosa e abrangente reduz os altos custos associados à substituição de colaboradores perdidos.
  • Os empregadores que reconhecem os sinais sutis que mostram que um colaborador pode sair têm mais chances de identificar maneiras de reter essa pessoa.

Mas, por que os colaboradores estão saindo das empresas?

Sua empresa faz entrevistas de desligamento? 

Falando brevemente sobre essa entrevista, ela é uma reunião no processo de desligamento de um colaborador onde permite que você ouça o que o colaborador tem a falar sobre os motivos de sua saída, é uma reunião onde provavelmente serão mais sinceras sobre as experiências delas dentro da sua empresa. E isso pode fornecer insights valiosos sobre a perspectiva dos colaboradores, que os atuais estejam com receio de compartilhar. 

Segundo pesquisas do setor de Recursos Humanos, é bem comum ouvir do colaborador que está saindo um ou mais dos seguintes motivos para deixar o emprego:

  • Salário e benefícios inadequados;
  • Sentindo-se sobrecarregado e/ou sem apoio;
  • Progressão de carreira limitada;
  • Necessidade de um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal;
  • Falta de reconhecimento;
  • Tédio;
  • Insatisfação com a gestão;
  • Preocupações sobre a direção da empresa ou saúde financeira;
  • Insatisfação com a cultura da empresa;
  • O desejo de fazer uma mudança (de área ou de localidade quando o emprego é presencial);
  • Oportunidades mais desejáveis ​​em outras empresas.

Assim, fazer check-ins periódicos entre gestor e colaborador, centrados em conversas honestas construirão confiança e proporcionarão empatia para sua equipe. Nesta nova era de expectativas de trabalho, aqueles que abraçam e antecipam melhores formas de manter os colaboradores certamente terão maior sucesso na retenção de talentos. 

Benefícios de trabalhar com estratégias de retenção de talentos:

Fluxo ativo de produtividade:

Profissionais que trabalham por longos períodos em uma organização agregam valor significativo à empresa. Eles entendem a visão da empresa em um nível profundo e sabem bem como cumprir as expectativas de sua função. Além disso, eles adquiriram todas as habilidades importantes necessárias para concluir com eficiência as tarefas diárias.

Custos reduzidos para a empresa:

Reter colaboradores qualificados e confiáveis é financeiramente benéfico para uma organização. Identificar, recrutar e integrar novos colaboradores é caro e demorado. Com custos mais baixos de rotatividade de colaboradores, as empresas têm mais recursos para investir em outras partes do negócio.

Tempo de treinamento/integração reduzidos:

Os colaboradores de longo prazo são altamente treinados e se sentem confiantes para cumprir suas responsabilidades diárias. Eles construíram canais de comunicação eficazes com seu gerente e colegas e sabem como entregar seus projetos no prazo. Novos colaboradores exigem treinamento e tempo para se adaptar ao novo ambiente e suas exigências, o que pode prejudicar temporariamente a produtividade da equipe.

Melhoria na moral com os colaboradores:

Organizações com programas de retenção de talentos bem-sucedidos promovem maior conexão e engajamento, ajudando na moral com os colaboradores e, por sua vez, aumenta a retenção. Por outro lado, um fluxo constante de saídas tem um efeito atenuante na moral do local de trabalho, com efeitos colaterais que incluem uma diminuição na qualidade do trabalho e mais trabalhadores que decidem sair.

Melhor experiência do cliente:

Novas contratações inexperientes podem ser mais propensas a erros que impactam negativamente a experiência de um cliente com a empresa. Colaboradores satisfeitos e de longo prazo geralmente são mais habilidosos em lidar com os clientes e podem ter relacionamentos fortes com eles. 

Maior satisfação e experiência dos colaboradores:

Existe uma relação simbiótica entre retenção e satisfação do colaborador – felicidade e realização do trabalhador e o engajamento do colaborador. Colaboradores satisfeitos e engajados costumam ter maior probabilidade de permanecer em uma organização, e organizações com altas taxas de retenção geralmente experimentam maior satisfação e engajamento dos colaboradores.

Cultura corporativa mais forte:

A cultura corporativa se desenvolve ao longo do tempo, com base nas características e interações cumulativas dos colaboradores. Quando estão engajados e alinhados com a cultura de uma organização, eles fortalecem a cultura. Uma cultura corporativa forte também melhora a produtividade e o desempenho.

Estratégias de retenção de talentos para 2022:

Para as expectativas de trabalho deste e dos próximos anos, reunimos uma lista detalhada de estratégias projetadas para melhorar a retenção de talentos na sua empresa, confira: 

1. Integração e orientação:

Cada nova contratação deve ser configurada para o sucesso desde o início. Seu processo de integração deve ensinar novos colaboradores não apenas sobre o trabalho, mas também sobre a cultura da empresa e como eles podem contribuir e prosperar nele. Não economize neste primeiro passo crítico. O treinamento e o suporte que você fornece desde o primeiro dia, seja pessoalmente ou virtualmente, podem definir o tom de toda a permanência do colaborador em sua empresa.

2. Programas de mentoria:

Apadrinhar um novo colaborador com um colaborador mais antigos, como um mentor, é um ótimo componente para adicionar ao seu processo de integração, especialmente em um ambiente de trabalho remoto. Os mentores podem dar as boas-vindas aos recém-chegados à empresa e oferecer toda a orientação necessária. E é um ganha-ganha: os novos membros da equipe aprendem os truques com os experientes e, em troca, oferecem um novo ponto de vista aos seus mentores.

3. Remuneração:

É essencial que as empresas paguem aos seus colaboradores uma remuneração competitiva, o que significa que os empregadores precisam avaliar e ajustar os salários regularmente. Mesmo que sua empresa não possa aumentar o salário agora, considere se você poderia fornecer outras formas de compensação, como bônus. Não se esqueça de melhorar os benefícios de assistência médica e alimentação, que também podem ajudar a aumentar a satisfação no trabalho.

4. Benefícios:

Os benefícios podem fazer sua empresa se destacar para novas contratações em potencial e reengajar a equipe atual, ao mesmo tempo, em que aumenta a moral com os colaboradores. Horários flexíveis e opções de trabalho remoto são as vantagens que muitos profissionais mais valorizam.

5. Ofertas de bem-estar:

Manter os colaboradores em forma – mental, física e financeiramente – é essencial. A pandemia levou muitos empregadores líderes a expandir e melhorar suas ofertas de bem-estar para ajudar os colaboradores a se sentirem apoiados e priorizarem seu bem-estar. Programas de gerenciamento de estresse, serviços de bem-estar no geral (como terapias, yoga e meditação) e apoio financeiro para incentivo de exercícios físicos são apenas alguns exemplos do que sua empresa pode considerar fornecer aos colaboradores.

6. Comunicação:

A pandemia ajudou a ressaltar a importância de uma boa comunicação no local de trabalho. Seus subordinados diretos devem sentir que podem vir até você com ideias, perguntas e preocupações a qualquer momento. E como líder, você precisa ter certeza de que está fazendo sua parte para ajudar a promover uma comunicação oportuna, construtiva e positiva em toda a equipe. Certifique-se de se conectar proativamente com cada membro da equipe regularmente também, para ter uma noção de sua carga de trabalho e satisfação no trabalho.

7. Feedback contínuo sobre o desempenho:

Converse com seus colaboradores periodicamente sobre suas metas profissionais de curto e longo prazo e ajude-os a visualizar seu futuro na empresa. Embora você nunca deva fazer promessas que não pode cumprir, conversem juntos sobre possíveis cenários de avanço na carreira e estabeleçam um plano realista para alcançar esses objetivos.

8. Treinamento e desenvolvimento:

Como parte do item anterior, você pode ajuda-los a identificar áreas de crescimento profissional, como a necessidade de aprender novas habilidades. A qualificação é muito importante hoje, já que quando as pessoas aprimoram suas habilidades, elas ganham novas habilidades e competências à medida que os requisitos de negócios continuam a evoluir.

Ofereça-lhes, tempo para participar de conferências virtuais, forneça reembolso de mensalidades ou desenvolva uma universidade corporativa.

9. Sistemas de reconhecimento e recompensas:

Todo colaborador quer se sentir reconhecido pelo trabalho que faz. A gratidão de um empregador pode ter um impacto especialmente grande. Portanto, certifique-se de agradecer a seus colaboradores que se esforçam e reconheça como seu trabalho duro ajuda a organização.

Algumas empresas estabelecem sistemas formais de recompensas para incentivar grandes ideias e inovações, mas você pode instituir programas de reconhecimento atraentes mesmo se tiver uma equipe pequena ou orçamento limitado. 

Uma dica final para promover a retenção de talentos é destacar as conquistas notáveis. Seja quando sua equipe termina antes do prazo um projeto importante ou um trabalhador atinja um aniversário de tempo de trabalho na sua empresa, aproveite a oportunidade para comemorar junto. Mesmo que você precise comemorar virtualmente, pode ser um momento significativo e memorável para todos.

10. Equilíbrio entre vida profissional e pessoal:

Nunca se falou tanto em equilíbrio, principalmente entre trabalho e vida pessoal. Não espere mais que sua equipe esteja disponível 24/7. Um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal é essencial para a satisfação no trabalho.

As pessoas precisam saber que seus gerentes entendem que têm vidas fora do trabalho – e reconhecem que manter o equilíbrio pode ser ainda mais desafiador ao trabalhar em casa. Incentive os colaboradores a estabelecer limites e tirar férias. E se forem necessárias madrugadas para encerrar um projeto, considere dar-lhes um tempo extra de descanso para compensar!

E para esse equilíbrio, um dos pontos fortes é oferecer formas de trabalho flexíveis, seja com carga horária flexível, comunicação assíncrona, opções de 100% remoto ou híbrido, horizontalidade hierárquica, delegação de tarefas de acordo com o perfil do colaborador.

Quando é inevitável o presencial - foque em um ambiente de trabalho que não seja um cubículo por 8 horas, essa é a hora da empresa ser criativa - seja criar um ambiente ao ar livre, criar espaços de descompressão e espaços de trabalho onde ele pode trabalhar sentado ou em pé e entre outras formas de flexibilização. 

Conclusão:

É inevitável que alguns membros da equipe deixem sua empresa  mais cedo do que você gostaria. Mas você pode pelo menos tornar a decisão deles um pouco mais difícil. E se esses colaboradores deixarem sua empresa sabendo que foram valorizados e apoiados, eles provavelmente dirão coisas boas sobre você e, talvez, até voltem a trabalhar para você um dia.

Gostou desse conteúdo? Deixe nos comentários o que sua empresa já faz para reter os talentos e participe da nossa comunidade e troque experiências sobre gestão de pessoas!

Karina Harumi
Karina Harumi
Analista de Marketing e Inovação. Responsável pelo Fórum e pelo Blog da Casa do Desenvolvedor da TecnoSpeed, a comunidade de fortalecimento do desenvolvimento de software no Brasil e uma apaixonada pelo universo do UX/UI Design. Uma boa experiência é tudo. ♡

3 Comments

  1. Erike disse:

    Parabéns. Muito bom o conteúdo

  2. […] Reter talentos é um desafio dentro das organizações de qualquer setor ou porte e o indicador que acompanha justamente essa taxa de rotatividade de colaboradores é chamado de turnover. Ele considera tanto demissões como admissões e pode ter diversas causas, como veremos mais adiante. […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.